Acerca de nosotras ·

Actividades

Escritora Poeta feminista Pintora Artista Cantante Música Escultora Actriz directora de cine Periodista activista Defensora de derechos humanos Arte compositora abogada Profesora Política investigadora Arquitecta medica Fotógrafa Maestra Filosofa Rosas para todas nuestras heroínas fotografa Ilustradora Mujeres Creadoras Historiadora Artista plástica Socióloga dibujante guionista Literatura literata química Antropologa Educadora Pintura bailarina sindicalista Diseñadora Ecologista Novelista Pedagoga Psicóloga coreógrafa feminista y activista por los Derechos Humanos jurista Descubridora Fisica Narradora Teologa científica cineasta pianista urbanista Anarquista Artesana Cuentista Economista Enfermera Filóloga Poetisa cantautora ceramista Actriz de teatro Artista textil Artistas Bióloga Blogera Cantante y compositora Diseñadora gráfica Documentalista Dramaturga Ecologa Fotoperiodista Interprete musical Jueza Psicologa Psicoterapeuta Rapera matemática mezzosoprano Activista por los derechos sexuales de las mujeres Artesana alfarera Artesana herrera Artista gráfica Artistas graficas Compositora de música Directora de orquesta Diseñadora de moda Doctora Ciencias Políticas Escritoras Fisiologa Geologa Gestora cultural Naturalista Neurologa Terapeuta Terapeuta quinesóloga Teóloga feminista asambleista asesora en prevención de violencia de género . diplomatica diputada directora directora de teatro. directora de documentales directora de periódico directora de tv doula intérprete de sitar poeta Innu psicoanálisis toquillera

miércoles, 7 de septiembre de 2011

Violência contra a mulher no Nordeste do Brasil





No Dia Internacional Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, o Disque-Denúncia divulga balanço sobre o perfil desse crime no Estado. Ao menos uma vez por dia, o serviço recebe ligações que tratam do descumprimento da Lei Maria da Penha. De janeiro até novembro deste ano, foram registradas 429 denúncias.



Dessas informações, 227 foram recebidas no Recife e Região Metropolitana e outras 202 na central de funcionamento no interior. De acordo com a coordenadora do serviço, Carmela Galindo, as mulheres passaram a denunciar mais, mesmo nos casos em que o agressor é marido ou companheiro da vítima. “Isso se reflete no número de ligações recebidas no interior do estado, que obteve quase a mesma quantidade de registros da capital”, diz.



Estatística - Com base nas reclamações, o Disque-Denúncia analisou o perfil da violência contra a mulher segundo critérios de local onde acontece, tipo de agressão, agressores e instrumentos utilizados.



DEMONSTRATIVO POR CIDADE – Na Região Metropolitana, os dados apontam que 43% dos casos acontecem no Recife, 16% em Jaboatão dos Guararapes, seguido de Olinda, com 20%.



DEMONSTRATIVO POR LOCAL – O estudo aponta para a residência como o local da violência. O número é bastante expressivo, 92%.



DEMONSTRATIVO POR AGRESSOR – Em 54% dos casos, o agressor é o marido ou companheiro da vítima. No entanto, outros familiares também participam das agressões. Filhos e filhas, por exemplo, somam 11% dos casos.



DEMONSTRATIVO POR TIPO DE AGRESSÃO – Em 64% das denúncias apontam para a violência física e 17% para verbal e física.



DEMONSTRATIVO POR FORMA DE AGRESSÃO FÍSICA – Mais da metade (66%) das agressões são feitas com os pés e com as mãos. As armas brancas, como facas e canivetes, atingem 8%; as armas de fogo, 5%.





Centrais Disque Denuncia



Pernambuco é o único estado na região Nordeste a ter duas centrais de atendimento do Disque-Denúncia. O serviço, antes disponibilizado no Recife e na Região Metropolitana, também se estendeu ao interior. Há sete anos, foi criada a Central Agreste, em Caruaru, o que aumenta, ainda mais, a participação da população de outras regiões.



As denúncias são encaminhadas aos órgãos responsáveis pela resolução do problema e o anonimato é preservado. Por isso, caso você tenha qualquer informação que ajude a polícia no combate ao crime ou contribua para o bem-estar da sociedade, não perca tempo. A sua ligação é indispensável.



Recife - (81) 3421-9595
Interior / Agreste (81) 3719-4545



Você também pode denunciar nas centrais do Disque-Denúncia em outros estados do país:



Bahia - (71) 3235.0000
Maranhão - (98) 3223.5800
Rio de Janeiro - (21) 2253.1177



http://www.disquedenunciape.com.br/noticia.php?id=41

No hay comentarios:

Publicar un comentario

HH

Más